Moacir Santos ‎– Ouro Negro

Label:
Som Livre ‎– 301611 94
Format:
DVD, NTSC, Album, Stereo
Country:
Released:
Genre:
Style:

Tracklist Hide Credits

Credits

Notes

Recorded live at SESC PINHEIROS, São Paulo, Brazil, on 18 May 2005.
Audio Language: Portuguese
Subtitles: English / Spanish
Total time: 107 min.

Liner notes reads as follows (in Portuguese):
MOACIR SANTOS é um dos responsáveis pela renovação e atualização da Música Popular Brasileira (MPB) como hoje a conhecemos. Compositor, maestro e arranjador, passou grande parte de sua vida em Los Angeles compondo trilhas para o cinema americano e ministrando aulas de música.
Foi professor de nomes como Baden Powell, João Donato, Nara Leão, Roberto Menescal e Sérgio Mendes.
Amplamente conhecido pelo seu virtuosismo, Moacir Santos faleceu em Agosto de 2006, logo após completar 80 anos de idade.
Disponível em CD Duplo e DVD, “Ouro Negro” é uma imersão no universo de Moacir Santos.
O trabalho leva a produção de Mário Adnet e Zé Nogueira, e conta com a contribuição de um verdadeiro "dream team" de músicos.
Participam também do projeto grandes personagens como João Bosco, Djavan e Ed Motta.
Inclui também a música “Bodas de Prata Dourada” (dedicada à Cleonice, esposa de Moacir), com as vozes de Muiza Adnet e do próprio Moacir em sua interpretação.
“Ouro Negro” é uma comemoração da riqueza da MPB, uma obrigação na prateleira de qualquer amante e colecionador de música, especialmente jazz.

Barcode and Other Identifiers

  • Barcode: 78914 301611 94

Other Versions (1 of 1) View All

Cat# Artist Title (Format) Label Cat# Country Year
325912006653 Moacir Santos Ouro Negro(DVD, Album, NTSC) MP,B, Universal Music 325912006653 Brazil 2005 Sell This Version

Reviews

Add Review

laerciojr

laerciojr

July 26, 2017

Newspaper FOLHA DE S.PAULO (about the recording of the DVD):

São Paulo, 18 de Maio de 2005

Moacir Santos faz show para regravar seu "Ouro Negro"

Os problemas de saúde podem impedir Moacir Santos de tocar seu sax, mas não de subir ao palco para extravasar sua felicidade. O compositor, maestro e arranjador participa hoje, no Sesc Pinheiros, do show de gravação do DVD "Ouro Negro", desdobramento do CD duplo que, em 2001, revitalizou sua obra.
"Até hoje eu choro ouvindo "Ouro Negro". Choro de alegria", disse Santos, 78, na entrevista coletiva em que, há duas semanas, falou sobre seus projetos para 2005. Pouco conhecido no Brasil apesar de seu histórico disco "Coisas", ele está radicado nos EUA desde 1967.
O primeiro projeto deste ano reúne no palco praticamente os mesmos músicos que registraram "Ouro Negro" em CD. São 19 nomes de primeiro time comandados por Mario Adnet (violão) e Zé Nogueira (sax-soprano), principais responsáveis pela recuperação da obra de Santos.
O maestro cantará trechos de "Sou Eu" ao lado de Djavan e de "Bodas de Prata Dourada" com Muiza Adnet.
Também participarão dos shows João Bosco ("Oduduá") e Ed Motta ("Orfeu").
"A idéia é gravar [o DVD] igualzinho aos CDs", diz Adnet. Cantores dos CDs que não estarão no Sesc Pinheiros, como Milton Nascimento e Gilberto Gil, deverão registrar suas participações depois. Com lançamento previsto para setembro, o DVD terá nos extras vários depoimentos, inclusive de Santos.
A primeira exibição do DVD será no Canal Brasil, um dos responsáveis pelo projeto. Santos é autor de várias trilhas de filmes, entre eles "Ganga Zumba", de Cacá Diegues, para o qual fez algumas de suas "Coisas", como "Coisa nº 5", que, ao ganhar letra, passou a ser conhecida como "Nanã". As dez "Coisas" compostas por Santos -assim batizadas por falta de coragem de usar "opus", como na música clássica- estão no repertório do show. Alguns temas de "Ouro Negro" têm letras feitas por Nei Lopes especialmente para os CDs.