• lbamaral about 1 month ago

    lbamaral edited 1 day ago
    (guia em construção)

    Pela ordem de instalação / funcionamento da fabricante no Brasil:
    * = data empírica, sem confirmação documental

    1910's

    International Talking Machine Co. Ltd. ou Fábrica Odeon = de 1913 (até ~1928)

    Fábrica De Discos Saverio Leonetti ou Fábrica Phonographica União = de 1914 (até ~1924)

    1920's

    Transoceanic Trading Company = de 1928 (até ~1942)

    Columbia Brazil Phonograph Company, Inc. = de 1929 (até ~1934)

    1930's

    Byington & Co. = de 1934 (até ~1948)

    1940's

    Indústrias Elétricas E Musicais Fábrica Odeon S.A. = de 1942 (até ~1976)
    >> de 1942 a 1949 com endereço Rua João Alfredo, Olaria, Distrito Federal (D.F.) Rio de Janeiro
    >> de 1949 a 1965* com endereço Rua 6, São Bernardo Do Campo - São Paulo
    >> de 1966* a ~1976 com endereço Rua Odeon, São Bernardo Do Campo - São Paulo

    Produtos Elétricos Brasileiros S.A. = de 1943* (até ~1955)

    Indústrias Elétricas Sinter S.A. ou Sinter S/A = de 1945 (até ~1955)

    RCA Victor Radio, S.A. = de 1949* (até ~1961)

    1950's

    Som Indústria E Comércio S.A. = de 1950 (até ~1988)
    >> de 1950 a 1966 com endereço Rua Nelson Cardoso, Jacarepaguá, Rio de Janeiro
    >> de 1967 a 1970 com endereço Rua Argentina, Rudge Ramos, São Bernardo do Campo
    >> de 1970 a ~1988 com endereço rua Eugênia S. Vitale, Rudge Ramos, São Bernardo do Campo

    Radio Serviços, Propaganda LTDA. = de 1952 (até ~1958)

    Fábrica De Discos Rozenblit Ltda. = de 1954 (até ~1983)

    Gravações Elétricas Ltda. = de 1954* (até ~1960)

    Companhia Brasileira De Discos = de 1955* (até ~1971)

    Fonográfica Brasileira S.A. = de 1957* (até ~1968)

    Gravações Elétricas S.A. = de 1958* (até ~1993)
    >> números de catálogo com 9 dígitos (X-XX-XXX-XXX) a partir de 1974
    >> segundo endereço de fabricação a partir de 1981* à Rua Aguiar Moreira, RJ (Tapecar)

    Companhia Industrial de Discos = de 1959* (até ~1994)

    1960's

    RCA Eletrônica Brasileira S.A. ou RCA S.A. Eletrônica ou RCA S.A. (3) = de 1961* (até ~1971)

    Gravações Musidisc S.A. = de 1966* (até ~1971)

    Discos Plásticos Fonopress Ltda. = de 1968 (até ~1982)

    1970's

    Infobrás = de 1970* (até ~1977)

    RCA Eletrônica Ltda. = de 1970* (até ~1988)

    Tapecar Gravações S.A. = de 1970* (até ~1984)
    >> de 1970 a 1973 com endereço Rua 17 De Fevereiro, Rio de Janeiro (somente Cassette)
    >> de 1973 a 1984 com endereço Rua Aguiar Moreira (Vinil e Cassette)

    Companhia Brasileira De Discos Phonogram = de 1971 (até ~1978)
    >> após 1975 "SCDP/PF 159/RJ" em vez de "SCDP/PF 001/GB" (considerar variantes)

    EMI-Odeon Fonográfica, Industrial e Eletrônica S.A. = de 1974 (até ~1982)
    >> de 1974 a 1977* com numeros de catálogo da antiga IEM-Fábrica Odeon
    >> de 1977* a 1982 com números de catálogo prefixados por "31C"

    Ina Nacional Discos Ltda. = de 1975 (até ~1981)

    Infoco - Indústria De Fonogramas E Comércio Ltda. = de 1975 (até ~1980)

    Polygram Discos Ltda. = de 1978 (até ~1984)

    WEA Discos Ltda. = de 1978* (até ~1983)

    Discos RGE/Fermata Ltda. = de 1978* (até ~1980)

    Discos CBS Indústria e Comércio Ltda. = de 1979* (até ~1990)
    >> de 1979 a 1983 com CGC 33.131.376/0002-75
    >> de 1984 a 1990 com CGC 43.203.520/0002-95

    1980's

    Fermata Indústria Fonográfica Ltda. = de 1980 (até ~1986)

    EMI-Odeon Fonográfica, Industrial e Eletrônica Ltda. = de 1982* (até ~1986)

    Polygram do Brasil Ltda. = de 1983* (até ~1992)

    Fonobrás, Distribuidora Fonográfica Brasileira Ltda. = de 1985 (até ~1994)

    Fonopress Indústria Fonográfica Ltda. = de 1985 (até ~1993)

    RCA/Ariola Internacional Discos Ltda. = de 1986 (até ~1988)

    BMG Ariola Discos Ltda. = de 1986 (até ~1996)

    Microservice - Microfilmagens e Reproduções Técnicas Ltda. = de 1987 (até ~2000)

    BMG Ariola Discos Ltda. Divisão Sonopress = de 1988* (até ~1996)

    Videolar Multimídia Ltda. = de 1988 (até ~2006)
    >> de 1988 a 1993 somente fabricação de Cassette ou VHS
    >> de 1993 a ~2006 CDs, DVDs

    Videolar Produtos Magnéticos Ltda. = de 1989 (até ~1993)

    Videolar da Amazônia S.A. = de 1989 (até ~2006)
    >> de 1989 a 1993 somente fabricação de Cassette ou VHS
    >> de 1993 a ~2006 CDs, DVDs

    VAT - Video Audio Tape do Amazonas S.A. = de 1989 (até ~1993)

    1990's

    Sony Music Entertainment (Brasil) Ind. E Com. Ltda. = de 1991 (até ~2005)
    >> de 1991 a 1996 fabricação de Vinil
    >> de 1991 a 2005 fabricação de CDs (prensagem & glass master a partir de 1993)
    >> de 2000 a 2005 fabricação de DVD

    Microservice - Microfilmagens E Reproduções Técnicas Da Amazônia Ltda. = de 1992 (até ~2012)

    Sonopress-Rimo Indústria e Comércio Fonográfica Ltda. ou Sonopress Ind. e Com. Fonográfica Ltda. = de 1992 (até ~2017)

    Sonopress-Rimo da Amazônia Indústria e Comércio Fonográfica Ltda. = de 1993 (até ~2019)

    Sondise Produtora Fonográfica Ltda. = de 1993 (até ~1997)

    Vinil Press Com. Ind. De Discos E Fitas Ltda. = de 1993 (até ~1999)

    Talismã Produções Fonográficas Ltda. = de 1994 (até ~1997)

    Microservice Tecnologia Digital da Amazônia Ltda. = de 1995* (até ~2013)

    Novodisc Mídia Digital Ltda. ou Novodisc Mídia Digital Da Amazônia Ltda. = de 1997 (até ~2020)

    NovoDisc Manaus Indústria Fonográfica Ltda. ou Novodisc Manaus Ind. E Com. Fonográfica Ltda. = de 1997 (até ~2015)

    NovoDisc Brasil Indústria Fonográfica Ltda. = de 1997 (até ~2003)

    Sony Music Manaus Ind. e Com. Ltda. = de 1997 (até ~2005)

    Disc Press Comércio Fonográfico Ltda. = de 1997
    >> de 1997 fabricação de CDs e DVDs
    >> de 2022 fabricação de Vinil

    Microservice Tecnologia Digital S.A. = de 1998 (até ~2003)

    Videolar S.A. = de 1998 (até ~2021)

    Poly Som Com. E Ind. de Plásticos Ltda. = de 1999

    2000's

    Sonopress Rimo Indústria E Comércio Fonográfica S.A. = de 2008 (até ~2019)

    2010's

    AMZ Mídia Industrial S.A. = de 2012 (até ~2021)

    Rimo Entertainment Indústria E Comércio S.A. ou Rimo S.A. = de 2014* (até ~2021)

    Vinil Brasil = de 2017

    2020's

    Rocinante Atividades Artísticas = de 2021

    Videolar Innova S/A = de 2121

    xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

    (A expressão "Fabricado Por" aparece nos selos e capas desde os primeiros anos do Século XX. Com poucas exceções, todos os discos produzidos no Brasil tem alguma indicação do fabricante. Discos de selos da IEM/EMI-Odeon normalmente não indicam papel nenhum para a companhia. Discos da CBD/CBD Phonogram/Polygram muitas vezes usam a expressão "Produzido Pela", com o mesmo sentido. Nos CDs e DVDs é mais comum encontrar o "Produzido Pela/Por" do que "Fabricado Pela/Por".)

    xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

    Além das datas de funcionamento das fabricantes, outros dados / informações podem ser úteis para datar releases
    1. Brasília foi inaugurada em 1961, portanto nenhum release mencionando "D.F." ou "Distrito Federal" nos endereços das companhias pode ser posterior a 1962, já que a referência é ao Rio de Janeiro, antigo Distrito Federal.
    2. Os códigos de Cadastro Geral de Contribuintes / C.G.C. foram introduzidos em 1964, mas só começam a ser mencionados por volta de 1966 (o da IEM/EMI-Odeon é de Dez-66). Entre 1964 e 1971 tem no máximo 9 dígitos, por volta de 1975 já tem 11 e a partir de 1976 passam a ter 14 dígitos
    3. Os códigos de licença da censura federal (SCDP ou outras variações) começam a aparecer em 1969.
    4. O slogan "Disco É Cultura" é introduzido / obrigatório a partir de 1970
    5. O estado da Guanabara deixa de existir em 1974. A maioria das gravadoras cariocas passa a usar R.J. ou Rio De Janeiro como estado.
    6. Os códigos de gravação de cada faixa são introduzidos em 1977. A numeração sequencial pode descartar datas de lançamento anteriores às do mesmo padrão / sequência.
    7. Nenhum CD foi fabricado no Brasil antes de 1987. Um pequeno lote de lançamentos foi importado pela WEA em 1986 para teste de mercado, com impressos em português nas capas traseiras.
    8. Nenhum CD ou DVD pode ser anterior a 1994 com SID Codes.
    9. O CGC foi substituído pelo CNPJ em 1999, portanto um release com CNPJ não pode ter data anterior.
    10. Os códigos de gravação brasileiros são substituídos pelo ISRC a partir de 2001
    11. Os identificadores de lotes (Batch IDs) foram introduzidos em 2003 (Abril)

    xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

    Não só "fabricantes" datam releases. Algumas companhias que nunca são listadas como fabricantes tem datas de funcionamento bem definidas, e ajudam a datar releases:

    A WEA Discos Ltda. foi criada em 1976
    A WARNER MUSIC BRASIL LTDA. a sucedeu em 1991

    A CBS brasileira não usou um nome legal entre 1963 e 1973. Em 1974 começam a usar o
    Discos CBS I.C.L. como (P) e (C) para discos de artistas brasileiros. Assim como para a fabricante, em 1991 passam a usar o
    Sony Music Entertainment (Brasil) I.C.L. para registro de direitos autorais

    A EMI internacional só aparece com o nome em 1974. Antes só usavam para (P) e (C) o Odeon - Brasil, a partir de então passam a usar o EMI-Odeon Brasil até 1994, quando iniciam com EMI Music Ltda. e em 2003 passa a ser EMI Music Brasil Ltda.
  • vetromilla about 1 month ago

    Boa, lbamaral! Algo parecido para o período da goma-laca deve ser mais difícil, não é mesmo? Valeu pela ajuda, abraço!
  • lbamaral about 1 month ago

    O guia vale pra qualquer mídia física, do shellac ao blu-ray. Ainda em construção.
  • lbamaral about 1 month ago

    lbamaral edited about 1 month ago
    Dados / informações referentes à lista acima que estão por confirmar, quem tiver como ajudar...
    A. Informações públicas:
    1. Inauguação da fábrica da RCA no Jaguaré em São Paulo (~1949)
    2. Inauguração da fábrica da CBS em Acari, no Rio (1979)
    3. Lei Municipal de SBCampo criando a "Rua Odeon" (1965?-66?)
    4. Lei Municipal de SBCampo criando a "Eugênia S. Vitale"


    B. Informações internas das empresas
    1. Ano em que a Sonopress se torna acionista / dona da BMG-Ariola, ex RCA-Ariola ex RCA (1988?)
    2. Ano em que formalmente a Polygram começa a 'assinar' Polygram Do Brasil Ltda. em vez de Polygram Discos Ltda. (1983?)
  • lbamaral about 1 month ago

    Outro dado / info a pesquisar: as "capas sandwich"
    Alguns afirmam que só foram introduzidas em 1960, outros dizem 1959.
    Da introdução até 1964(?) aparecia o "Patente embalagem depositada no D.N.P.I.", substituído pelo "Embalagem Patenteada M.U. - 4129". Parece que de 1969 em diante tiraram o quadrinho da contracapa
    As capas não foram só usadas para selos da IEM-Fábrica Odeon, mas também para discos da CBD, principalmente os do selo Polydor, e alguns Philips também.
    Não conheço nenhum disco de 1973 ou mais que tenha sido originalmente lançado com o modelo de capa, então a idéia morreu em 1972 mesmo.
  • alexandre77lps about 1 month ago

    excelente informação. muito obrigado por compartilhar!
  • vkubrick about 1 month ago

    lbamaral
    Dados / informações referentes à lista acima que estão por confirmar, quem tiver como ajudar...
    A. Informações públicas:
    1. Inauguação da fábrica da RCA no Jaguaré em São Paulo (~1949)
    2. Inauguração da fábrica da CBS em Acari, no Rio (1979)
    3. Lei Municipal de SBCampo criando a "Rua Odeon" (1965?-66?)
    4. Lei Municipal de SBCampo criando a "Eugênia S. Vitale"

    B. Informações internas das empresas
    1. Ano em que a Sonopress se torna acionista / dona da BMG-Ariola, ex RCA-Ariola ex RCA (1988?)
    2. Ano em que formalmente a Polygram começa a 'assinar' Polygram Do Brasil Ltda. em vez de Polygram Discos Ltda. (1983?)


    há um decreto disponível na internet mencionando a rua Eugenia Sá Vitale, decreto este datado de 1972. Nao dá pra inferir que foi criada esse ano, mas pelo menos há um indício de que é de 1972 pra trás
  • vkubrick about 1 month ago

    vkubrick
    lbamaralDados / informações referentes à lista acima que estão por confirmar, quem tiver como ajudar...
    A. Informações públicas:
    1. Inauguação da fábrica da RCA no Jaguaré em São Paulo (~1949)
    2. Inauguração da fábrica da CBS em Acari, no Rio (1979)
    3. Lei Municipal de SBCampo criando a "Rua Odeon" (1965?-66?)
    4. Lei Municipal de SBCampo criando a "Eugênia S. Vitale"

    B. Informações internas das empresas
    1. Ano em que a Sonopress se torna acionista / dona da BMG-Ariola, ex RCA-Ariola ex RCA (1988?)
    2. Ano em que formalmente a Polygram começa a 'assinar' Polygram Do Brasil Ltda. em vez de Polygram Discos Ltda. (1983?)

    há um decreto disponível na internet mencionando a rua Eugenia Sá Vitale, decreto este datado de 1972. Nao dá pra inferir que foi criada esse ano, mas pelo menos há um indício de que é de 1972 pra trás


    https://leismunicipais.com.br/a/sp/s/sao-bernardo-do-campo/decreto/1972/333/3323/decreto-n-3323-1972-denomina-vias-publicas-dos-bairros-suisso-e-taboao-e-da-outras-providencias
  • lbamaral about 1 month ago

    lbamaral edited about 1 month ago
    vkubrick
    há um decreto disponível na internet mencionando a rua Eugenia Sá Vitale, decreto este datado de 1972. Nao dá pra inferir que foi criada esse ano, mas pelo menos há um indício de que é de 1972 pra trás
    https://leismunicipais.com.br/a/sp/s/sao-bernardo-do-campo/decreto/1972/333/3323/decreto-n-3323-1972-denomina-vias-publicas-dos-bairros-suisso-e-taboao-e-da-outras-providencias

    Não achei nem R. Argentina nem Eugênia S Vitale no texto, mas o decreto é de Dez de 72. Nos releases da Copacabana a Rua Argentina aparece desde 1967, e a Rua Eugênia S Vitale desde 1971. Vou tentar explorar esse site/link depois, pq com um pouco de sorte posso achar os decretos das duas e também o da Rua Odeon, também criada pela Câmara de S. Bernardo. Obrigado pelo link.

    EDIT:
    Rua Odeon criada em 18-12-1961 https://leismunicipais.com.br/a/sp/s/sao-bernardo-do-campo/lei-ordinaria/1961/101/1006/lei-ordinaria-n-1006-1961-denomina-via-publica?q=%22rua+odeon%22
    provavelmente só apareça em releases de 1962 em diante (eu nunca vi nenhum anterior a 1965 com esse endereço: o primeiro selo com Rua Odeon é o "onda" amarelo/marrom que aparece em ~1966)
    Rua Eugênia S. Vitale criada em 06-07-1970 https://leismunicipais.com.br/a/sp/s/sao-bernardo-do-campo/lei-ordinaria/1970/183/1829/lei-ordinaria-n-1829-1970-altera-denominacao-de-rua-e-da-outras-providencias?q=%22rua+argentina%22
  • Corisco about 1 month ago

    Fantástico!
    Obrigado por esse trabalho. Vai ajudar, e muito!
  • lbamaral about 1 month ago

    lbamaral edited 15 days ago
    Além da datação por fabricação, algumas pistas sobre data provável (ou improvável) podem ser tiradas dos desenhos dos logotipos e selos centrais dos discos. No https://www.discogs.com/user/lbamaral tem uma extensa lista de selos brasileiros com data de uso bem apurada, mas nenhum modelo de selo das majors multinacionais. Ainda vou tentar fazer uma lista parecida para os selos da EMI, Phonogram-Polygram, CBS-Sony Music, RCA-Ariola-BMG, WEA-Warner Music e independentes gringos lançados aqui.
    Dá também pra elencar dicas de datação para algumas companhias / selos:
    - A EMI-Odeon passou a usar o código internacional "31C" em 1977 e abandonou o prefixo em 86-87. Um segundo grupo numérico indicava o formato e não foi abandonado: 006 para compacto simples; 016 para compacto duplo; 236, 252, 262, 264 e 266 para fitas cassette; 033, 034, 036, 040, 051, 052, 061, 062, 063, 064, 066, 067 e 068 para LPs simples, 162, 163, 164, 166, 167 e 168 para LPs duplos e triplos e depois de 1990 vários prefixos para os CDs: 330, 352, 364, 368, 370 para os simples, com 670 e 672 para duplos..
    - A CBS se separa da EMI em 1963 e só vai ter fabricação própria em 1979. Em 1977 começam a ser introduzidos os selos "Discos CBS" degradê laranja>amarelo
    - A WEA se constituiu em 1976, então não pode ter releases na marca anteriores. A parir de 1984 implanta um segundo padrão de numeração, com 11 dígitos alem do tradicional de 5 dígitos que só aparecia na contra-capa dos discos e espinhas dos K7. A Warner Music Brasil só se constitui em 1991.
  • CesarMFM 9 days ago

    CesarMFM edited 9 days ago
    Parabéns pela iniciativa em construir mais um guia para facilitar a inclusão correta dos dados no Discogs.

    Para encontrar o ano de abertura e ano de fechamento das empresa, sugiro consultar os dados do CGC/CNPJ da mesma através do link abaixo:
    https://servicos.receita.fazenda.gov.br/servicos/cnpjreva/Cnpjreva_Solicitacao.asp

    Por exemplo, a "AMZ Mídia Industrial S.A." encerrou suas atividades em 2016, conforme consta na sua ficha cadastral do CNPJ:

    AMZ Mídia Industrial S.A.
    CNPJ 14.919.768/0001-78 (MATRIZ)
    Abertura: 20/01/2012
    Baixa: 04/02/2016 (INCORPORAÇÃO)
    Logradouro: Avenida Cupiuba, 260, Distrito Industrial, Manaus/AM - CEP 69075-060

    Note que o endereço da AMZ é o mesmo da Microservice, uma informação útil para indicar que, após 2012, o maquinário da planta física da Microservice permaneceu no mesmo lugar, mudando apenas a razão social para AMZ após fusão com a Videolar.

    Além do mesmo endereço, também ocorreu a transferência direta dos SID Code´s originais de 1994 da Microservice ("IFPI L36x" e "IFPI 54xx") para a AMZ, a partir de 2013.

    *** Contradições CNPJ x Endereço no encarte do CD ***
    Essa fusão entre Microservice e Videolar pode gerar alguns conflitos no encarte do CD.
    Todos releases da AMZ apontam para o mesmo "CNPJ 14.919.768/0001-78", no entanto, o "endereço" no encarte do CD pode variar entre "Av. Cupiuba, 260" (Microservice) ou "Av. Solimões, 505" (Videolar).

    Fica a dúvida no ar...

    - Que tipo de "incorporação" a AMZ recebeu em 2016??
    - O que aconteceu com o maquinário ("IFPI L36x" e "IFPI 54xx") a partir de 2016??

    - BONUS TRACK -

    Em 2005, o endereço da Microservice ("Av. Cupiuba, 260"), cedeu espaço para maquinário de fabricação das mídias em "blu-ray" pela Sony DADC Brasil ("IFPI L39x" e "IFPI 66xx"), conforme consta em seu cadastro de CNPJ:

    Produto: Sony DADC Brasil
    CNPJ 07.305.913/0001-65 (MATRIZ)
    Razão Social: SOLUTIONS 2 GO DO BRASIL INDUSTRIA, COMERCIO E DISTRIBUICAO LTDA
    Abertura: 07/04/2005
    Ativa: em 07/04/2005
    Logradouro: Avenida Cupiuba, 260, BLOCO 2 PARTE II BLOCO 3 - Distrito Industrial, Manaus/AM - CEP 69075-060
  • CesarMFM 9 days ago

    CesarMFM edited 9 days ago
    Seguem mais dados para colaboração com o guia.

    Produto: Sonopress Rimo da Amazônia Indústria e Comércio Fonográfica Ltda.
    CNPJ: 84.494.129/0001-93 (MATRIZ)
    Razão Social: SONOPRESS RIMO DA AMAZONIA IND E COM FONOGRAFICA LTDA
    Nome Fantasia: nenhum
    Abertura: 24/08/1993
    Baixada: 20/05/2008 (INCORPORAÇÃO)
    Logradouro: Rua Iça, 100 - BLOCO A - Distrito Industrial, Manaus AM, CEP 69.076-090
    ***Alguns produtos: Avenida Solimões, 585 - Distrito Industrial, Manaus AM, CEP 69.075-200

    Produto: Sonopress Rimo Indústria e Comércio Fonográfica S.A. (RiMO Entertainment)
    Razão Social: RIMO S.A.
    Nome Fantasia: RIMO
    CNPJ: 67.562.884/0004-91 (MATRIZ)
    Abertura: 20/05/2008
    Baixada: 05/01/2022 (INCORPORAÇÃO)
    Logradouro: Av. Guaruba, 585 – Lote 3.16 – Distrito Industrial, Manaus AM, CEP 69075-080

    Resumo "Sonopress Rimo":
    1987 - Início da Sonopress, entre os sócios da Arvato e Rimo Participações
    1993 - Início da Sonopress Rimo da Amazônia (CNPJ 84.494.129/0001-93), na Rua Iça, 100
    2008 - Extinção da Sonopress Rimo da Amazônia (CNPJ 84.494.129/0001-93), na Rua Iça, 100
    2008 - Início da Sonopress Rimo S.A. (CNPJ: 67.562.884/0004-91), na Av. Guaruba, 585
    2022 - Extinção da Sonopress Rimo S.A. (CNPJ: 67.562.884/0004-91) na Av. Guaruba, 585 e incorporada pela Videolar-Innova S/A da "Unidade III"

    Videolar-Innova S/A - "Unidade III"
    CNPJ: 04.229.761/0013-04 (FILIAL)
    Razão Social: VIDEOLAR-INNOVA S/A
    Nome Fantasia: VIDEOLAR-INNOVA S/A
    Abertura: 20/07/2021
    Ativa: (em 20/07/2021)
    Logradouro: Av. Guaruba, 585 – Lote 3.16 – Distrito Industrial, Manaus AM, CEP 69075-080

    Note que o endereço da Videolar-Innova é o mesmo da Rimo, uma informação útil para indicar que, após 2021, o maquinário da planta física da Rimo permaneceu no mesmo lugar, mudando apenas a razão social para Videolar-Innova ("Unidade III") após oficializar a sua incorporação.

    Além do mesmo endereço, também ocorreu a transferência direta dos SID Code´s "IFPI L364" e "IFPI 11xx" da Rimo para a Videolar-Innova, a partir de 2022.
  • CesarMFM 9 days ago

    CesarMFM edited 9 days ago
    Alguns dados sobre a Videolar.

    Videolar da Amazônia S.A.
    CNPJ 34.502.880/0001-16 (MATRIZ)
    Razão Social: VIDEOLAR DA AMAZONIA SA
    Nome Fantasia: VIDEOLAR
    Abertura: 08/05/1989
    Baixada: 31/12/1995 (EXTINCAO P/ ENC LIQ VOLUNTARIA)
    Logradouro: Avenida Solimões, 505 - Distrito Industrial, Manaus AM, CEP 69.075-200

    Produto: Videolar Multimídia Ltda.
    CNPJ: 22.797.096/0001-01 (MATRIZ)
    Razão Social: VIDEOLAR MULTIMIDIA LTDA
    Nome Fantasia: nenhum
    Abertura: 13/01/1988
    Baixada: 31/12/1997 (INCORPORAÇÃO)
    Logradouro: Avenida Solimões, 505 - Distrito Industrial, Manaus AM, CEP 69.075-200

    Produto: Videolar S.A.
    CNPJ: 04.229.761/0004-13 (FILIAL)
    Razão Social: VIDEOLAR-INNOVA S/A
    Nome Fantasia: nenhum
    Abertura: 11/02/1998
    Baixada: 01/06/2021 (EXTINCAO P/ ENC LIQ VOLUNTARIA)
    Logradouro: Avenida Solimões, 505 - Distrito Industrial, Manaus AM, CEP 69.075-200

    Resumo da Videolar:
    1988 - Inicio da Videolar Multimídia Ltda. (CNPJ: 22.797.096/0001-01), na Av. Solimões, 505
    1989 - Início da Videolar da Amazônia S.A. (CNPJ: 34.502.880/0001-16)
    1993 - A Videolar se associa à empresa Vídeo Áudio Tape do Amazonas S.A. (VAT).
    1994 - A Videolar passa a produzir as mídias CD áudio e CD ROM.
    1996 - Extinção da Videolar da Amazônia S.A. (CNPJ: 34.502.880/0001-16)
    1998 - Extinção da Videolar Multimídia Ltda. (CNPJ: 22.797.096/0001-01), na Av. Solimões, 505
    1998 - A Videolar inicia a fabricação e replicação dos DVDs
    1998 - início da Videolar S.A. (CNPJ: 04.229.761/0004-13 - FILIAL)
    2000 - A Videolar lança a mídia gravável Nipponic CD-R
    2003 - A Videolar lança a mídia gravável Nipponic DVD-R e CD-RW
    2006 - Os produtos Emtec em mídias virgens se incorporam à linha comercializada pela Videolar.
    2009 - A Videolar lança a mídia gravável Nipponic BD-R e mini DVD-R
    2010 - Tem início a fabricação e replicação do Blu-Ray.
    2012 - Transfere as operações com mídias gravadas para a subsidiária AMZ Mídia Industrial S.A.
    2013 - A Companhia encerra atividades no segmento das mídias virgens (CD-R, DVD-R, BD-R)
    2014 - Aquisição da Innova S.A., petroquímica do Rio Grande do Sul
    2015 - Passa a se chamar Videolar-Innova S/A.
    2017 - Inaugurado o Memorial Videolar Manaus, com exposição das máquinas que fabricavam fitas VHS, áudio cassetes, CDs e DVDs
    2021 - Extinção da Videolar S.A. (CNPJ: 04.229.761/0004-13 - FILIAL) da Av. Solimões, 505
    2021 - Início da Videolar-Innova "Unidade III" (CNPJ: 04.229.761/0013-04 - FILIAL), com a incorporação da RiMO S.A., na Av. Guaruba, 585

    Fica a dúvida no ar...

    - O que aconteceu com os SID Code´s originais de 1994 da Videolar ("IFPI L56x" e "IFPI 96xx") a partir de 2013?? Sabemos que não foram repassado para fusão da AMZ, então, talvez esse maquinário tenham virado, literalmente, peças de museu do "Memorial Videolar Manaus", inaugurado em 2017.

    Seria interessante, se algum morador de Manaus aqui do Discogs, pudesse visitar esse "Memorial Videolar Manaus" para tentar obter alguns dados históricos sobre a fabricação de VHS, cassetes, CDs e DVDs pelo maquinário que está em exposição na Videolar-Innova.
  • Rep7icant 9 days ago

    Parabéns pelo excelente trabalho, CesarMFM. É sempre interessante acompanhar a linha do tempo e os detalhes que acompanham as transformações da indústria de mídia física. Espero que alguém de Manaus possa sanar as dúvidas que você suscitou.
  • lbamaral 9 days ago

    CesarMFM, obrigado pela participação e por suas pesquisas. A ficha gerada pelo link da Receita Federal que você trouxe eu já conhecia e uso há uns 4-5 anos, tem um monte de fabricantes brasileiros ilustrados com imagens dessas fichas.

    Sobre os detalhes das companhias e sobre as questões a respeito de maquinário, incorporações e mudanças, esse "Guia para datação..." não é o lugar mais correto, já que quase nenhuma dessas informações ajudam a datar ou estabelecer 'janelas' de datação para as companhias que já não estivessem na lista inicial.
    Como explicado mais acima, datas e nomes que aparecem nas fichas da RF ou nos sites das empresas são referências, mas não são conclusivas de acordo com as regras do Discogs e em muitos casos só os "as on releases" (datação empírica) valem: o CNPJ RIMO SA é de 2008, mas tem algum CD ou DVD de antes de 2014 (AA, sendo com certeza a primeira companhia a fabricar o item) pra "retroceder" a datação do guia? Se não tem, fica a data do release mais antigo com o (*). O que podemos e fazemos é usar essas informações como "certidões de nascimento" das firmas ou das atividades delas, tipo remover data em release anteriores a essas evidências incontestáveis.

    De qualquer forma obrigado, espero que alguém consiga as informações que você procura pra quem sabe enriquecer os perfis das companhias brasileiras no DB.
  • CesarMFM 9 days ago

    A listagem cita:

    AMZ Mídia Industrial S.A. = de 2012 (até ~2021)

    Porém, o CNPJ dessa empresa foi baixado em 2016... diferença de 5 anos.

    Não seria o caso de uma correção?
  • CesarMFM 9 days ago

    lbamaral
    o CNPJ RIMO SA é de 2008, mas tem algum CD ou DVD de antes de 2014 (AA, sendo com certeza a primeira companhia a fabricar o item) pra "retroceder" a datação do guia? Se não tem, fica a data do release mais antigo com o (*).

    Encontrei um release da "Sonopress Rimo Indústria e Comércio Fonográfica S.A." (CNPJ: 67.562.884/0004-91) de "2009" e com Batch ID "AA0001000"
    Jair Rodrigues - Naturalmente

    No entanto, o usuário cadastrou errado... veja imagens na estampa traseira do CD e também na mídia do CD.

    Além da Série "Naturalmente" ser de 2009 também.
  • lbamaral 9 days ago

    CesarMFM
    A listagem cita:

    AMZ Mídia Industrial S.A. = de 2012 (até ~2021)
    Porém, o CNPJ dessa empresa foi baixado em 2016... diferença de 5 anos.
    Não seria o caso de uma correção?

    Não, porque existem releases datados de + de 2016 creditando a AMZ. É essa a razão "empírica" que eu me referi. O encerramento legal/fiscal de uma empresa não impede que ela seja de alguma forma mencionada em um release posterior à data de dissolução. Se o release ou o crédito/papel da empresa está errado, corrige-se o release ou o crédito, mas não se pode impedir de creditar a empresa se o nome dela está lá. Ontem mesmo vi um crédito para a IEM Fábrica Odeon SA, defunta desde 1974 num CD de 2020. Você vai lá tirar? Eu não.
  • lbamaral 9 days ago

    lbamaral edited 9 days ago
    CesarMFM
    Encontrei um release da "Sonopress Rimo Indústria e Comércio Fonográfica S.A." (CNPJ: 67.562.884/0004-91) de "2009" e com Batch ID "AA0001000"
    Jair Rodrigues - Naturalmente
    No entanto, o usuário cadastrou errado... veja imagens na estampa traseira do CD e também na mídia do CD.
    Além da Série "Naturalmente" ser de 2009 também.

    E daí? Esta escrito RIMO SA ou Rimo Entertainment SA no release?? É um release Sonopress-Rimo de 2009, nada além disso. Nome de uma com CNPJ de outra está cheio. Nós cadastramos releases, não somos auditores fiscais.

    * edit 1: E release com erro de atribuição de nome de companhia mais cheio ainda. Se está errado, corrige-se.
    ** edit 2: O CNPJ Sonopress Rimo S.A. é datado 2008, mas tem + de 200 releases anteriores a 2007 na página. Estão todos errados? Não sei, mas se tiver 1 só escrito "Sonopress Rimo S.A." sem mencionar o CNPJ deve ficar lá assim como os ~25 Videolar SA listados como anteriores a 2008
  • CesarMFM 9 days ago

    lbamaral
    Não, porque existem releases datados de + de 2016 creditando a AMZ. É essa a razão "empírica" que eu me referi.

    Fiz uma pesquisa por todos os releases com "AMZ" na matriz dos CD's e não encontrei nenhuma superior a 2014.

    Certeza que você encontrou algum release da AMZ com matriz acima de 2016?
  • lbamaral 9 days ago

    CesarMFM
    AMZ com matriz acima de 2016?

    Não interessa o que diz a matriz. Interessa o ano de lançamento e se o nome da empresa está no release:
    Saxon - Sacrifice = Released: Dec 21, 2021 (AA700), "Fabricado por AMZ Mídia Industrial S.A."
  • CesarMFM 9 days ago

    lbamaral
    E daí? Esta escrito RIMO SA ou Rimo Entertainment SA no release??

    Ok, agora encontrei um certinho com "Rimo Entertainment Indústria E Comércio S.A." datado em 2011.
    Jimi Hendrix - Hendrix In The West
  • lbamaral 9 days ago

    CesarMFM
    Ok, agora encontrei um certinho

    Olha direito as imagens do release. Você está vendo RIMO SA ou RIMO ENTERTAINMENT SA nelas?
  • CesarMFM 9 days ago

    lbamaral
    Não interessa o que diz a matriz. Interessa o ano de lançamento e se o nome da empresa está no release:
    Saxon - Sacrifice = Released: Dec 21, 2021 (AA700), "Fabricado por AMZ Mídia Industrial S.A."

    Olha... de acordo com as imagens, ficou muito claro para mim, que o CD Master Glass foi manufaturado na Kyrios CD Solution e não na AMZ.

    Esse é um caso típico onde deveria ser apenas citado em "Notes", a impressão de "Fabricado por AMZ Midia Industrial S.A." na estampa do CD, nada mais que isso.

    Desculpe, mas eu não consigo assumir que a informação da Matriz do CD tenha menos peso que os dados da serigrafia do CD... essa impressão gráfica pode aceitar qualquer coisa.

    Se ainda fosse comum aparecer "AMZ" para os releases da Kyrios CD Solution, até poderia ser considerado... no entanto, temos mais de 800 releases dessa Kyrios CD Solution sem qualquer vinculo com a "AMZ"...

    Sinceramente, não sei como você foi acreditar que esse CD foi fabricado pela AMZ em pleno 2021... com certeza não foi.
  • CesarMFM 9 days ago

    lbamaral
    Olha direito as imagens do release. Você está vendo RIMO SA ou RIMO ENTERTAINMENT SA nelas?

    Eu comparei com a informação do seu guia:

    "Rimo Entertainment Indústria E Comércio S.A." ou "Rimo S.A." = de 2014* (até ~2021)
  • lbamaral 9 days ago

    CesarMFM
    ficou muito claro para mim
    CesarMFM
    caso típico onde deveria ser apenas
    CesarMFM
    eu não consigo assumir que
    CesarMFM
    Se ainda fosse comum
    CesarMFM
    não sei como você foi acreditar

    Nota __ em objetividade na argumentação. Você viu a imagem do CD com "Fabricado por AMZ Mídia Industrial S.A."? Viu que tem (P)2021 e AA no release? Quer contestar o quê aí?
  • CesarMFM 9 days ago

    lbamaral
    CesarMFMficou muito claro para mim
    CesarMFMcaso típico onde deveria ser apenas
    CesarMFMeu não consigo assumir que
    CesarMFMSe ainda fosse comum
    CesarMFMnão sei como você foi acreditar
    Nota __ em objetividade na argumentação. Você viu a imagem do CD com "Fabricado por AMZ Mídia Industrial S.A."? Viu que tem (P)2021 e AA no release? Quer contestar o quê aí?

    A "AMZ" encerrou sua atividades em 2016... não tem como ser ela, basta consultar o CNPJ que está estampado no próprio CD.

    Cada um tem a liberdade de acreditar no que quiser, se você acredita fielmente que foi fabricado pela AMZ em 2021, ok...

    Mas tenha ciência que, talvez outros não tenham a mesma opinião que você... paz amigo, estamos aqui para contribuir e não para complicar.

    Pode deixar esse release do jeito que você quiser.
  • lbamaral 9 days ago

    Bicho, você está há 9 horas procurando furos nesse

    (guia em construção)

    que na primeira linha já diz ter muita

    * = data empírica, sem confirmação documental

    deixando claro que é uma guia de orientação pra quem tem dúvidas ou não sabe como cadastrar o release. Não está lincado em lugar nenhum, nem aqui se diz que alguém deve ou pode usar o guia como referência.

    Quanto a "corrigir" releases baseado em suas próprias convicções ignorando as premissas mais básicas do site, fique à vontade. Não sei como vc vai justificar uma RSG §14.1.4 por exemplo, mas isso é com você.
  • CesarMFM 9 days ago

    lbamaral
    Bicho, você está há 9 horas procurando furos nesse (guia em construção)

    Porque procurando "furos"? Só estou tentando colaborar com a construção do seu guia.
    Achei que a informação do release 2011 da Rimo fosse útil para o guia, pois pesquisei certinho dessa vez...

    A regra "RSG §14.1.4" não tem nada a ver com erros de fabricação na informação do produto.

    Só fiquei muito surpreso por você, que é um usuário bem experiente, não ter identificado um erro tão grosseiro na impressão da estampa desse CD, "antes" de inserir no BD do Discogs.

    Quando surge uma informação duvidosa no produto, é necessário avaliar os demais dados, fazer pesquisa, comparar com outros releases similares, releases com datas próximas, levantar dados pela internet, etc... se você fez tudo isso e encontrou evidencias de que a AMZ continua produzindo CDs em 2021, então está tudo certinho.

    Nunca duvidei que o CD tenha sido produzido em 2021, apenas duvido muito que tenha sido produzido pela "AMZ" em 2021... apenas isso.
  • lbamaral 9 days ago

    CesarMFM
    Quando surge uma informação duvidosa no produto, é necessário avaliar os demais dados, fazer pesquisa, comparar com outros releases similares, releases com datas próximas, levantar dados pela internet, etc...

    Nada disso. Se está no release credita-se e ponto. Existem caminhos para discutir se a informação deve ser validada no caso de labels ou números de catálogo reproduzidos de artes antigas, mas não é o caso no exemplo. O Discogs tem suas regras e é quase um mundo paralelo onde vale mais um crédito improvável documentado do que mil ações legais dizendo que não deveriam ter feito aquilo.

Log In You must be logged in to post.